About me

Ela: Oi, meu nome é Marcelle eu adoro ler, internet, viciada em Gossip Girl, neh, Juh? Amo doces, sou meio tímida, adoro escrever nos meus blogs e também histórias. Uma garota confusa, complicada e estourada sempre pensando sobre a vida. Essa sou eu.


EmailOrkutFeed

Blog

Blog criado dia: 28/01/2009

Esse blog é meu e da minha amiga Renata e desde o começo foi como uma válvula de escape pra mim onde eu escrevia tudo e mais um pouco,onde eu fazia a lei.Há muito tempo estava com o mesmo layout por dois motivos:1-eu não gosto muito de mudanças e 2-eu não sou boa em html tanto que tô refazendo mil vezes isso aqui.Mas tudo vale a pena quando eu vejo o comentário dos meus leitores.Bom ou não,o que importa é a sua opinião.

Estou Lendo

Vitória

Calendário

Arquivos

Visitas

Conto de Natal

Gente, eu e mais três blogs vamos postar contos de Natal, esse é o primeiro e é do  Mr.Celedonio, do blog O Fichário.

 

Lara é uma mulher determinada, no auge de seus 30 anos, se vê defronte de seus sonhos inteiramente alcançados. Ser a editora executiva do principal jornal do país é um cargo que lhe trás muito reconhecimento e prestigio mais também uma personalidade forte e intransigente. Este fator leva as pessoas a temerem e não amá-la, algo que infelizmente ela não liga.

Ou não ligava...

Muitas mulheres afirmam, a virada dos 30 anos muda totalmente o seu jeito de ser. Para Lara, a coisa não foi diferente, começou a pensar em coisas como amor, família, família, família... Uma mulher de porte tão imponente, tão altruísta que a todos assusta só com o olhar, pela primeira vez se vê imponente perante um assunto. Em 30 anos de vida, o que ela fez foi apenas TRABALHAR, TRABALHAR, TRABALHAR e se sentiu pela primeira vez sozinha.

A data mais família do ano, se aproximava o Natal foi sempre uma baboseira para ela. Ao contrario de muitas crianças, Lara nunca foi enganada pela suposta existência do Bom Velhinho, sua família, sempre deixou bem claro, quem dava os presentes... Na adolescência a coisa piorou, ela sempre arrumava um jeito de desvencilhar do momento que ela achava tão chato, tão constrangedor... Assim que ela ganhou autonomia, e passou a mandar em seu próprio nariz começou a se distanciar cada vez mais da família e por conseqüência, da data, algo que para ela nunca havia representado nada. Até este ano.

19 de Outubro de 2010.

O que fazer, me sinto tão vazia, a solidão me consome, o que pra mim foi sempre algo necessário, se tornou um farto muito duro para carregar. – pensou Lara – 

Neste momento, resolveu dar uma guinada na sua vida, pensou em ligar para seus país, mais a vergonha não permitiu, então correu para seu melhor amigo, ela o apelidou de Chá das 5. Chá das 5 era seu surrado computador de mesa, ao qual nunca havia abandonado, este foi seu primeiro computador, como qualquer adolescente que resolve se manter isolado, ela encontrou nele, uma grande companhia.

Ao acessar, a internet, entrou no primeiro site que encontrou no Google para relacionamentos.

Preciso conhecer pessoas diferentes e aprender a me relacionar melhor com elas. – Pensou –

Ao mesmo tempo ela resolveu reabrir seu primeiro no blog, onde ela usava de um Pseudônimo, afim de ninguém nunca ficar sabendo, quem era o autor dos textos publicados no mesmo. Era o local certo para desabafar, foi de grande ajuda durante sua adolescência conflituosa e agora novamente era a saída perfeita.

Ela estava tentando recomeçar, e para tanto precisava de pessoas que não haviam conhecido a intransigente Lara Forge. Daí então começou os encontros, porém uma personalidade construída por uma vida toda, não consegue se desmembrar tão rapidamente, Lara assustava seus pretendentes com o seu jeito brusco e realmente “mandão” de ser ela possuía um Ego incomparável.

Além de tentar recomeçar com pessoas diferentes, Lara também resolveu mudar seu modo de ser para conquistar aqueles que viviam ao seu redor, mais uma personalidade construída por uma vida toda, não consegue se desmembrar tão rapidamente, seus companheiros de trabalho, não conseguiam notar as mudanças de comportamento de sua chefe, eles realmente só há temiam, mais não chegavam nem a gostar da solitária moça.

A frustração a atacou sem dó. A dor da solidão foi atenuada, pela sensação de pela primeira vez, não conseguir o que queria. Aquilo há obliterou por dentro. Só quem há ouviu novamente foi seu fiel companheiro chá das 5, pois ela publicou tudo em seu blog sob a identidade falsa por ela criada a tanto tempo.

19 de Novembro de 2010

Um mês e muitas lagrimas após o recomeço e Lara Forge voltou a ser a tirana de sempre, mais agora vestida de cordeiro. A dor ensinou-a a gemer, ela traçou como objetivo não chegar ao Natal sozinha, mais para isso ela usaria de sua personalidade implacável não mais de gentileza, a fera estava ferida e agora ainda mais objetivada.

Procurou a foto de Avatar mais bonita de todos no site de relacionamentos, aplicou no homem seu poder, a rainha de gelo estava caçando. O encontrou foi marcado... O sucesso foi eminente, ele caiu na teia da aranha, e serviria direitinho para os objetivos de Lara. Chá das 5 novamente escutou passivamente, tudo o que sua fiel amiga digitou e publicou em seu blog.

19 de Dezembro de 2010

Estava tudo saindo da forma como ela planejará, uma mente surrada pelo sofrimento, que conseguira abafar mais uma vez e guardar no mais ínfimo e obscuro local de seu cérebro brilhante. Uma mente tirana que conseguira matar a Lara que havia nascido após a virada dos 30 e criar uma Fera, inabalável. Fera está que foi capaz de manter um relacionamento fútil baseado apenas no que ela podia dar para comprar o jovem Raul de 23 anos.

Ela narrava tudo isso com detalhes para Chá das 5. E publicava em seu blog sob a proteção de sua identidade secreta.

A noite a qual ela arquitetara nos seus mais ínfimos detalhes se aproximava... O preço disso, um carro 0Km de presente para seu adorado e interesseiro namorado. Quando digo, nos mais ínfimos detalhes, não estou exagerando, ela planejou até que flores gostaria de ganhar e a quantidade das mesmas, ela já tinha há espera das mesmas um vaso comprado em um antiquário, que serviria assim como Raul apenas para a consumação daquela ocasião.

24 de dezembro de 2010

Enfim o tão aguardado momento havia chegado. Uma mente brilhante, porém em estagio de completa insanidade preparou tudo, o incrível vaso de beleza sem igual, uma chave gigante com um laço perfeitamente posto (o pagamento para seu adorável Raul) e para complementar o jantar, sua bebida favorita, Leite. Este que estava em um bule fervendo para que estivesse na mais perfeita temperatura para depois do jantar.

As horas se passaram...

25 de dezembro de 2011

Lara recebeu um SMS de Raul:

                “Querida manipuladora Lara, você não sabe o quanto eu te odeio, foram meses horríveis ao seu lado. Me senti o pior homem da face da terra, porém seu dinheiro me foi muito útil para a consumação de meus objetivos, não mais necessito de seu dinheiro (opa...) AMOR, guarde este carro para o próximo louco que se sujeitar aos seus devaneios, sua LOUCA.”

Lara levou o maior tombo de toda sua vida. Ela pela segunda vez fora incompetente, está doeu ainda mais, pois ela havia agido como a poderosa Lara Forge, a dor acordou todo aquele local tão escondido, onde eram depositados todos os momentos ruins e infelizes da sua vida, foi uma dor dilacerante, que foi compartilhada com seu único e fiel companheiro Chá das 5.

Lá estava ela afogado em suas lagrimas, na frente do computador seu único, porém frio amigo, ela só tinha um carro 0km, um vazo vazio e... (barulho de algo queimando) leite derramado. Está que era a metáfora de sua vida, um grande tonel de leite derramado e ela chorando por causa disso.

(Barulho de Companhia)

Lara, não encontra animo para abrir, mais o visitante não desiste.

Foram 10 minutos até Lara resolver atender a porta. Ao fazer isso Lara leva o segundo susto da noite, do lado de fora da porta do seu apartamento, estão seus pais, que moram a milhares de quilômetros e todos os seus irmãos, cunhados e sobrinhos (que ela nem conhecia).

Incrédula com a situação, Lara reduz-se a correr e abraçar-se com sua mãe, e chorar naquele ombro, que mesmo calejado com as atitudes infames de sua filha, se mostrou caloroso e acolhedor como sempre.

Sua mãe revelou baixinho em seu ouvido, que ela era a “Leitora Assídua” (um usuário que sempre comentava nos post, de Lara na adolescência). Ela confessou que quando o blog foi reativado ela recebeu por e-mail o aviso e recomeçou a ler os post da filha, e viu todo o sofrimento pelo qual ela estava passando e por isso resolveu fazer está surpresa.

Depois desta noite, Lara Forge foi finalmente aposentada na obscura brecha onde se alocava toda dor de Lara e de lá tomara nunca mais voltar. A mulher Lara de 30 , arrumou sua vida de outra forma, valorizando o que realmente seria importante para ela, sua família e aqueles que a ela desejavam o melhor, pois família não são só aqueles que compartilham laços sanguíneos, mais muitas vezes, um amigo ou amiga, torna-se um irmão ou irmã sem igual.

24 de Dezembro de 2011

Um ano se passou, e tudo mudou, Lara está no interior, na casa de seus país, consigo Paulo, um homem de 35 anos que ela havia conhecido e pela primeira vez despertado o amor. Muito mudou e uma nova Lara estava ali presente, desta vez feliz como nunca, curtindo o primeiro Natal de sua vida, ao lado de todos os seus mais preciosos diamantes, estes que não podem ser comprados nem adquiridos eles necessitam ser conquistados e acima de tudo, mantidos. Agora ela tinha um vaso cheio de flores, um carro para sua família e... (barulho de algo queimando)

--- Ohh não, esqueci o Leite no fogão – disse Lara –

Todos riram, dessa vez, não havia porque chorar! Sua vida já não se encaixava mais com está metáfora.

 

Mr.Celedonio.

Por Matchelle às 20h16 |